Não pense que é tão fácil "parar de comer". A dieta pode ser uma das mudanças de hábitos mais complicadas que um ser humano pode encarar.

7 erros de uma dieta
7 erros de uma dieta

Erros de uma dieta. Uma das frases mais ditas pelos brasileiros pode ser: “Começo a dieta segunda feira”.

Pode não ser o seu caso, mas tenho certeza que muitas pessoas irão se identificar com essa “bendita” frase, eu mesmo já falei várias vezes.

O motivo de termos abordados este assunto é que muitas pessoas precisam mudar seus hábitos alimentares por vários motivos, ou por questão de estética ou saúde. Pode ser difícil abandonar velhos costumes de alimentação em nome de um estilo de vida mais saudável, e muitas pessoas acabam caindo nos mesmos erros.

Leia também:

7 erros de uma dieta

Não incluir exercícios na rotina

O primeiro erro de uma dieta está em não incluir exercícios em seu dia a dia. Embora a alimentação seja parte importante tanto do processo de perda de peso quanto do objetivo de levar uma vida saudável, os exercícios não devem ser deixados de lado em nenhuma das duas situações. Praticar algum tipo de atividade física condiciona o corpo e ajuda o organismo a se manter são.

Exagerar no álcool

A ingestão de álcool também influencia negativamente na perda de peso, uma vez que a substância já é, naturalmente, bastante calórica – com cerca de 7 gramas calorias por grama. Além disso, cada bebida possui também seu próprio valor calórico, que também entra na soma da quantidade de calorias ingeridas. Portanto, mudar a alimentação é uma atitude mais eficiente quando aliada à diminuição da ingestão de álcool.

Abrir muitas exceções

De vez em quando, é natural que se saia da programação de alimentação feita por você. Entretanto, se essas exceções forem muito frequentes, a tendência é que se tornem a regra. Força de vontade e dedicação são necessárias para que o novo tipo de alimentação se torne costume, de modo que você não precise fazer grande esforço para segui-lo.

Saltar refeições

Quando se está em uma dieta, é comum que as pessoas pensem que quanto menos se alimentarem, melhor será o resultado final. Mas isso não é verdade. Manter um padrão de alimentação com ao menos seis refeições por dia, de preferência sempre nos mesmos horários. Isso permite que o organismo se adapte a um padrão e ajuda o metabolismo a funcionar corretamente.

Comer rápido demais

Não apenas o tipo de alimentação é importante na dieta, mas também a forma de se alimentar. É necessário que se tenha um horário destinado especialmente à alimentação, para que se coma com calma. Isso ajuda, também, no metabolismo.

Ingerir poucos líquidos

Os líquidos são necessários para regular o funcionamento do organismo. A água, claro, é o mais importante desses líquidos, mas não deve ser o único. Bebidas gaseificadas, como a água tônica e mesmo a água com gás, ajudam a expandir o estômago e, com isso, proporcionam a sensação de saciedade. Alimentos líquidos, como sopas e caldos, também não devem ser esquecidos. É importante que se ingira ao menos 2,5 litros ao dia.

Acreditar piamente nos produtos light

Na maioria dos casos, esses alimentos realmente contêm menos calorias e são de grande ajuda na hora de perder peso. Mas, como eles ainda possuem muitos conservantes e outras substâncias químicas, alimentar-se apenas desses alimentos não é a opção ideal. O melhor, então, é escolher sempre verduras, legumes e frutas o mais próximo possível do natural, incluindo produtos light apenas como complemento de sua alimentação diária.

Essas dicas foram retiras do blog dicas de mulher, editadas pelo Scarpin Preto.

Comentários